Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) enviou um processo contra o ex-prefeito de Jaguarari, no Piemonte Norte do Itapicuru, Everton Rocha, para a Justiça local.


Em decisão desta terça-feira (4), o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) enviou um processo contra o ex-prefeito de Jaguarari, no Piemonte Norte do Itapicuru, Everton Rocha, para a Justiça local. Conforme o relator do caso no tribunal, desembargador Pedro Augusto Costa Guerra, Rocha perdeu o foro especial [foro privilegiado], uma vez que não é mais o prefeito da cidade.


O desembargador aplicou o que é determinado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) desde maio de 2018. O entendimento é que políticos só têm direito ao foro especial quando estiverem na função, e os fatos sejam referentes ao mandato (lembre aqui).


Everto Rocha é acusado em ação penal do Ministério Público do Estado (MP-BA) de promover gastos exagerados no São João de 2017. À época, o município tinha em vigor um decreto de situação de emergência, o que recomendava gastos reduzidos. Ainda conforme a denúncia, os festejos ocorreram durante cinco dias e consumiram mais de R$ 2,5 milhões (recorde aqui). Um dos shows foi feito pelo cantor Leonardo.

No ano passado, Everton Rocha tentou se reeleger, mas foi derrotado pelo candidato “Seu Antônio”.
BNoticias


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0