Justiça autoriza transferência de Adélio para ‘local adequado’ de tratamento


O juiz responsável pelo acompanhamento da prisão de Adélio Bispo de Oliveira determinou ontem (2) a transferência do autor da facada contra Jair Bolsonaro da penitenciária federal de Campo Grande (MS), onde está preso desde setembro de 2018.

De acordo com a Folha, ele deve ser levado para Minas Gerais. O destino exato ainda será fixado pela 3ª Vara Federal de Juiz de Fora (MG), onde ocorreu o ataque.

Dalton Igor Kita Conrado, da 5ª Vara Federal Criminal de Campo Grande, avaliou que o presídio não é local adequado para o cumprimento da medida de segurança aplicada a Adélio. O autor da facada foi declarado inimputável pela Justiça. Os inimputáveis são aqueles considerados incapazes de discernir sobre seus atos.

Representantes do Ministério Público Federal (MPF) e da Defensoria Pública da União (DPU), em Mato Grosso do Sul, haviam recomendado a transferência.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0