Juiz marca depoimento de Marluce Vieira Lima para 15 de fevereiro


A Justiça Federal de Brasília marcou para 15 de fevereiro o depoimento de Marluce Vieira Lima no processo dos R$ 51 milhões encontrados em malas de dinheiro em um apartamento em Salvador.

Marluce é mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima e do deputado Lúcio Vieira Lima, ambos do MDB-BA. Em novembro do ano passado, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, enviou o caso de Marluce à primeira instância da Justiça de Brasília para o processo não ficar parado.

Responsável por marcar o depoimento de Marluce, o juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, considerou: “Haja vista o transcurso do prazo fixado no atestado médico, hei por bem designar o dia 14/02/2019, às 14h30 a realização do interrogatório”. O depoimento será dado por videoconferência.

Marluce Vieira Lima não compareceu ao interrogatório no STF, marcado para 30 de outubro do ano passado, alegando motivos de saúde.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0