Font Size

Profile

Menu Style

Cpanel

Espaco Aberto

 

Lula diz que três governadores do PT podem ser candidatos à presidência; Rui estaria entre favoritos
...
Serrolândia.Homem é morto a tiros no Povoado de Salamim

&nb...

Ex-deputado federal Severiano Alves se filia ao PTB
...
Com dois gols de Juninho, Bahia vence do Atlético-MG e sobe na tabela

&nb...

Prefeitura de Caém começa a pavimentação do acesso ao bairro Emília Andrade.

...

Vitória perde do Grêmio por 3 x 1 e afunda na zona de rebaixamento
...
Saúde.MP recomenda que as prefeituras de Saúde, Ponto Novo e Caldeirão Grande exonerem parentes de cargos de confiança

...

PF faz operação para desmontar plano de morte contra agentes federais

...

Itiúba.Suspeito de pratica de homicídio preso

...

Ponto Novo.Prefeito Thiago Venâncio fez um balanço da sua administração

...

andre araujo

andre araujo

A Prefeitura Municipal de Ponto Novo, por meio da Secretaria de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde, convida toda população pontonovense para participar da IV Conferência Municipal de Saúde que traz como tema “Ponto Novo remodelando o SUS com qualidade – Garantia dos Direitos à Saúde e Participação Social”.

O evento será realizado no Centro Educacional de Ponto Novo, na próxima quinta-feira, dia 20, a partir das 08h e representa um marco para que a sociedade possa contribuir para a construção da saúde pública no município. Ascom Ponto Novo.

O curso de Formação organizado pela FITERT e pelo SINTERP/BA,  em Salvador, nos dias 12, 13 e 14/07, no Hotel Sol Victoria Marina  contou com a presença de cerca de 50 sindicalistas, das bases de Sergipe, Ilheus, Itabuna e Bahia. No primeiro dia  aconteceram as palestras de Shirley Oliveira, coordenadora da rede conveniada do INSS e de Mário Diniz, presidente do SAFITEBA  (Sindicato dos auditores fiscais do estado da Bahia). Shirley Oliveira falou da reforma previdenciária e das mudanças da proposta. “Não tem nada garantido porque não sabemos o que o Congresso vai aprovar. Só sabemos como é hoje e a proposta de mudança. Das propostas o que causou mais revolta entre os participantes é a da proibição de acumular pensão e aposentadoria”, explicou.  O INSS tem um programa de educação previdenciária para difundir informações nas associações representativas que espalham informação. Para ela, o rádio é um veículo de comunicação muito democrático pois não precisa acessar internet, não precisa de grau de instrução e seria esta a importância maior de falar para os Radialistas. “É possível ir a um lugar distante e não encontrar TV, mas tem rádio”, completou.

Mário Diniz  disse que a escolha que os sindicatos vão ter que fazer agora é flexibilizar ou aturar demissões. A reforma trabalhista pinçou pontos que os patrões estavam perdendo na Justiça do Trabalho e chamou isso de modernização. “O movimento sindical deve se preparar para um longo período de resistência. A reforma trabalhista é um retrocesso histórico  para os trabalhadores fruto de um momento da política brasileira onde as conspirações mais ilegítimas da classe política estão  em contrassenso no Congresso Nacional, que  legisla de costas para o povo brasileiro”, declarou. Para ele o pessoal de comunicação tem um papel importante de denunciar a reforma trabalhista porque são formadores de opinião pública.

No segundo e no terceiro dia, Ana Georgina Dias e Nádia Sousa, economistas do DIEESE, falaram sobre o conceito de negociação coletiva, quais as etapas do processo de negociação e a questão prática da negociação com simulações  em que os participantes negociaram para, a partir daí, refletir sobre a importância da preparação para isso , definir estratégias e avalia-las ao longo do percurso para atingir os objetivos . “No primeiro dia foram realizadas atividades em grupo para detalhar o processo de negociação e no segundo foi mais voltado para a prática com três simulações de negociação. No intervalo de cada uma houve reflexão sobre as estratégias para que num momento posterior não se cometa erros”, definiu Nádia  Souza.

Para Ana Georgina Dias, com a mudança na lei, algumas questões pontuais serão negociadas entre trabalhadores e empresas  como Banco de Horas, mas a negociação vai continuar na esfera coletiva na maioria das questões referentes ao trabalho. “As empresas com mais de 200 trabalhadores  podem ter uma comissão por local de trabalho para negociar diretamente com elas. O desempenho de cada um vai determinar se os trabalhadores vão ser representados  pela comissão ou pelo sindicato.  Isso pode fragilizar ou fazer com que o sindicato tenha uma ação mais pungente”,  afirmou.

Leane Aline, Semário Andrade e Nilton Ferreira estiveram representando a Coordenação Regional do Norte da Bahia neste evento.Com informações do Sinterp-BA

Nesta terça-feira, (17) depois de 8 horas e 30 minutos de bloqueio, os manifestantes liberaram a BA 052 no município de Morro do Chapéu, protestando pela reforma da BA 144 que tem deixado o município de Várzea Nova isolado. Segundo o repórter Leo Ricardo, moradores, comerciantes, vereadores, professores, taxistas e outras categorias de profissionais advindos da cidade de Várzea Nova estiveram sendo observados e apoiados pelas guarnições da PRE (Polícia Rodoviária Estadual), CETO, RONDESP e CIPE Semi-árido.
 
O protesto foi finalizado por volta das 13:30h, quando os manifestantes obtiveram apenas a informação de que existe a possibilidade de o trecho ser inserido numa licitação que estará acontecendo no mês de agosto para, posteriormente, iniciarem-se as obras. Uma comissão foi convidada a comparecer ao gabinete do secretário de infra-estrutura do estado para tratar do assunto. 
A promessa do governador Rui Costa de reforma para o mês de março não se concluiu, no trecho de 94 km que virou estrada vicinal entre Morro do Chapéu, Várzea Nova e Lages do Batata no município de Jacobina.Fonte: Augusto Urgente!
Pagina 5 de 1464

Facebook