[Presidente da AL-BA critica Coelba e ressalta que CPI pode ser instalada]

 

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Adolfo Menezes (PSD), endossou, em entrevista ao BNews neste domingo (7), as críticas de outros deputados estaduais à Coelba. Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a companhia está prestes a ser instalada na Casa, por iniciativa do deputado Tum (PSC).

“Acho que [a Coelba] falha muito. Demoram muito pra executar os pedidos, é muita reclamação”, disse Menezes.

O deputado prega cautela, mas ressalta que a CPI pode ser instalada. “Tenho de ver primeiro qual o motivo, mas, se tiver as assinaturas suficientes e motivo, vai acontecer”, enfatizou.

A CPI


O requerimento feito por Tum – que, segundo Adolfo Menezes, ainda não chegou à presidência da AL-BA – veio a público na quarta-feira (4). O documento conta com assinatura de 32 deputados, dez a mais que o mínimo necessário.

Nas justificativas, o autor questiona a pouca transparência na composição dos preços cobrados aos baianos, além dos “prazos e custos nas solicitações de ligação, exigindo, sobretudo dos grandes consumidores, valores milionários para viabilizar o fornecimento de energia”.

A CPI também deve questionar a falta de um plano de expansão da rede, para atender novas localidades, incluindo ligações do programa Luz para Todos.

Sobre o Autor

Redação

Site de Notícias de Saúde,10 anos levando informações locais regionais .

Ver todos os Artigos