Um dia após a deputada Joice Hasselmann anunciar filiação ao PSDB, a direção do PSL diz que vai se movimentar para pedir seu mandato na Justiça. O presidente do partido, Luciano Bivar, afirma ao Painel, da Folha de S.Paulo, que houve uma “filiação fake” de Joice e “o suplente exigiu do partido o seu mandato por completa infidelidade”.
 

“Estamos aguardando o parecer do jurídico para tomar as providências para uma ação de perda de mandato”, diz Antônio Rueda, presidente do PSL de SP. O vice-presidente da legenda, deputado Junior Bozzella (SP), afirma que o mesmo pode acontecer em outros casos semelhantes.
 

“A filiação dela aconteceu sem o desligamento devido do partido. Não houve uma expulsão, não houve uma desfiliação, não houve nenhum movimento neste sentido. É natural que o partido [peça o mandato], assim como outros tantos que efetuarem esse mesmo movimento serão vítimas de um processo de perda de mandado”, afirmou Bozzella.”É legítimo isso, é estatutário. Obviamente que um suplente já acionou a direção nacional do partido com relação à filiação de ontem”, diz. Nesta quinta (7), após o evento que anunciou a mudança de Joice, o PSDB foi questionado se a deputado já tinha de fato se filiado ao partido, e a resposta dos tucanos foi de que ela se filiou.

Sobre o Autor

Redação

Site de Notícias de Saúde,10 anos levando informações locais regionais .

Ver todos os Artigos