O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, se posicionou contra o impeachment de Jair Bolsonaro em entrevista ao UOL na manhã desta segunda-feira (4). Na oportunidade, ele evitou comentar se o presidente da República cometeu crime ou não para justificar o processo.

“Não defendo o impeachment. Da mesma forma que não defendo nenhum discurso de golpe. Não existe hoje ambiente político objetivo no país favorável ao impeachment. Não existe nenhuma hipótese de um ambiente pró-impeachment. É um discurso que não constrói”, disse.

O democrata condenou a administração do governo durante a pandemia. “Eu tenho desde o início da pandemia assumido uma postura muito crítica ao governo em relação ao combate à pandemia. Agi sempre em defesa da vida. Não hesitei em adotar medidas. Jamais tolerei a postura negacionista do governo. Eu fico muito a vontade porque se tem alguém que foi crítico e não deixou de falar fui eu”.

“O que acho: acho que temos que olhar para o futuro. Vamos construir muito mais se focarmos quais são os problemas reais da população. Acho que existem outras pautas e agendas. Acho que se o governo tivesse uma postura diferente, nós teríamos poupado milhares de vidas”, avaliou Neto.

“A postura poderia ter sido outra. As medidas poderiam ter sido outras. Agora, se houve crime [de Bolsonaro] ou não, eu não sou deputado nem senador, e nem me debrucei sobre o processo legal para chegar a essa conclusão. Como cidadão, eu discordo da condução do governo na pandemia”, continuou. Por.Mateus Soares

Sobre o Autor

Redação

Site de Notícias de Saúde,10 anos levando informações locais regionais .

Ver todos os Artigos