O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (29) que o preço do gás de cozinha poderá cair pela metade “se Deus quiser”. Ele voltou a defender a redução de impostos vinculados ao produto como saída para a queda no valor.

“Com a venda direta, ele vai cair a metade do preço. Não justifica na origem custar R$ 50 e na ponta da linha custar R$ 130. Esse preço vai cair pela metade, pode ter certeza, se Deus quiser”, disse o presidente, durante visita a Boa Vista, em Roraima. A agenda fez parte da comemoração de mil dias do seu governo.

Apenas em 2021, no Brasil, o preço médio do botijão de 13 quilos subiu 30%. Cenário levou famílias de baixa renda a optarem por lenha ou carvão para cozinhar, o que gerou no Congresso um esforço para aprovar um subsídio para a compra do combustível.

Sobre o Autor

Redação

Site de Notícias de Saúde,10 anos levando informações locais regionais .

Ver todos os Artigos