O governo da Bahia está com o sinal de alerta ligado diante do aumento de incidência da variante Delta da Covid-19 (leia aqui), e do crescimento, nos últimos 10 dias, doa casos ativos da doença. Diante desse cenário, o governador Rui Costa afirmou nesta segunda-feira (27) que não é momento para “oba-oba”. Ele apontou que em 10 dias o crescimento foi o equivalente a 40%. “Em 10 dias subimos 700. Quase 40% a mais. Numa pandemia o que conta é menos os valores absolutos e mais os valores proporcionais”, explicou o governador.

A leitura do governador baiano é de que a falsa sensação de que a vida está voltando ao normal e a pandemia está passando é uma das culpadas pela nova alta. “Hoje principalmente fim de semana é fácil encontrar pessoas sem máscara, elas entraram no clima oba-oba pandemia já acabou, clima de oba-oba para programar festas, carnaval, abertura de jogos de futebol, virou onda de liberou geral e eu estou preocupado com isso”, sinalizou o governador.

O gestor pregou cautela e a manutenção de cuidados. “A ciência ainda não dominou vírus e não queremos viver a tragédia de março”, disse ao lembrar o período mais grave vivido pelo estado na crise sanitária, quando houve recorde de casos, internações e mortes, além de colapso do sistema de saúde. “Não é hora de pânico, mas também não é hora de oba-oba”, acrescentou.

Bahia Notícias

Sobre o Autor

Redação

Site de Notícias de Saúde,10 anos levando informações locais regionais .

Ver todos os Artigos