Nos últimos quatro dias, 38 pessoas foram assassinadas em 29 localidades de Salvador e Região Metropolitana (RMS). Um número que, por pouco (0,5), não alcança a média de dez mortes diárias. E que representa um crescimento de 72,7%, com relação ao mesmo período do ano passado, quando 22 mortes violentas foram registradas.

O levantamento foi feito pelo Metro1, por meio de consulta ao boletim de ocorrências da Secretaria da Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA) que, diariamente, divulga crimes das mais variadas naturezas. A violência dos quatro primeiros dias desta semana da Independência do Brasil quase que ilustra os dados do último Atlas da Violência, divulgado no último dia 31 de agosto, pelo Fórum Brasileiro da Segurança Pública.

O estudo coloca a Bahia em segundo lugar, ao lado do Amapá (1°) e Sergipe (3º), entre os estados mais violentos para pessoas jovens – sobretudo homens negros. E indica também que o estado registra uma taxa de 97 homicídios de jovens a cada 100 mil.

Procurada pela reportagem, a SSP-BA afirmou que o aumento tem “relação direta com as disputas entre organizações criminosas que comercializam entorpecentes”. A pasta disse também que já determinou às polícias Militar e Civil ações imediatas de repressão e inteligência.

Questionada sobre quais as estratégias de reforço devem ser aplicadas às localidades, a PM ainda não retornou o contato.

Mais de dez mortes em um dia

A quinta-feira (9) foi o dia em que mais violento da semana: 14 pessoas foram assassinadas em 12 localidades. O último caso aconteceu no bairro de Sussuarana, às 21h30. A vítima e a causa da morte não estão identificadas na plataforma, que só registra mortes entre civis. Não entram, por tanto aqueles que decorrem de ações policiais.

Não há também como analisar a idade das vítimas, já que muitas delas são registradas sem identificação. É possível, contudo, fazer um recorte da quarta-feira (8), pós feriado, quando dez pessoas foram assassinadas. Entre elas, estão dois adolescentes de 17 anos, mortos nos bairros da Pero Vaz e Castelo Branco. Entre os mais velhos identificados neste dia, está uma vítima de 32 anos. Nesta sexta-feira, até às 13h, o boletim havia registrado mais um assassinato, na Boca da Mata.

Abaixo, a lista das localidades:

Camaçari (4), Mata de São João (2), Fazenda Grande do Retiro (2), São Caetano (2), Castelo Branco (2), Fazenda Coutos III (2) e Calçada (2). Registraram ao menos um assassinato Novo Horizonte, Cajazeiras 11, Fazenda Coutos, Vera Cruz, Lauro de Freitas, Cabula, Águas Claras, Água de Meninos, Pernambués, Pau da Lima, Pojuca, Nova Brasília de Valéria, Porto Seco Pirajá, Pero Vaz, Sussuarana, São Marcos, Ilha de São João, Ribeira, Nazaré, Tancredo Neves, São Sebastião do Passé e Itinga.

Sobre o Autor

Redação

Site de Notícias de Saúde,10 anos levando informações locais regionais .

Ver todos os Artigos