Secretário de Saúde cita ‘preocupação’ com municípios que flexibilizam restrições


O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, demonstrou preocupação com a flexibilização de alguns municípios às medidas restritivas adotadas na Bahia para conter o avanço do coronavírus. A declaração foi dada hoje (16). Segundo ele, a abertura de atividades não essenciais pode fazer com que as pessoas se desloquem entre as cidades, gerando mais contágio pela covid-19 e maior necessidade de hospitalização.

“Estamos preocupados porque esses municípios acabarão, inevitavelmente, atraindo pessoas de toda a região, teremos uma população flutuante muito superior à população do município. Se a pessoa não pode ir a uma loja no município do lado, ela vai buscar o comércio daquele município que está aberto. Isso vai levar a mais contágio, mais pessoas precisarão de hospitais, e nós temos já algumas cidades próximas de entrar em colapso”, disse o titular da pasta.

Ainda segundo Vilas-Boas, já existem municípios que vivem o problema da falta de oxigênio em hospitais. “Alguns municípios não se programaram para o volume de oxigênio necessário em algumas unidades, e nos últimos dias tivemos muita dificuldade em apoiar alguns municípios em situação muito crítica, tivemos que tirar pacientes de estruturas, transferir para outros hospitais, simplesmente porque o oxigênio ia acabar dentro de 24 horas. Recomendamos aos prefeitos que não saiam da regra geral porque isso vai acabar retornando contra seus próprios munícipes”, reforçou.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0