PF apreende celulares encontrados em sala onde deputado preso estava para perícia


A Polícia Federal (PF) apreendeu ontem (18) dois aparelhos celulares encontrados na sala onde ficou preso o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) antes de ser encaminhado ao Batalhão Especial Prisional da Polícia Militar (PM).

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes ordenou a “imediata perícia dos aparelhos apreendidos, com todos os seus dados e remessa dos laudos para o presente inquérito”. O responsável pela investigação das fake news e ameaças contra o STF foi quem determinou, na última terça-feira (16), a detenção do parlamentar bolsonarista em flagrante por crime inafiançável, após a divulgação de um vídeo com discurso de ódio contra os integrantes da Corte.

A defesa de Daniel Silveira disse que não sabe de quem são os celulares e como foram parar lá. “Não sei. Vocês têm que esperar o fim da apuração da PF para poder saber quem foram os responsáveis”, disse o advogado André Rios.

Por unanimidade, os ministros do STF decidiram, na última quarta-feira (17), manter a prisão do parlamentar bolsonarista. A a decisão final é da Câmara, que fará, com os líderes partidários, uma reunião hoje (19) às 17h para avaliá-la. A expectativa é de que a maioria dos deputados confirme a ordem do Supremo para evitar um confronto institucional.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0