PSOL entra com ação para que PGR investigue gasto federal de R$ 1,8 bilhão com alimentos e bebidas


O deputado David Miranda (PSOL-RJ) protocolou uma ação para que o procurador-geral, Augusto Aras, investigue a despesa de R$ 1,8 bilhão do governo federal em bebidas e alimentos no último ano. O gasto, divulgado pelo portal Metrópole, é a soma de compras que incluem R$ 15 milhões em leite condensado e R$ 2,2 milhões em gomas de mascar.

Segundo a coluna da Mônica Bergamo, no jornal Folha de S. Paulo, o deputado do PSOL pede que o órgão apure o ocorrido e responsabilize o presidente Jair Bolsonaro. A ação também é assinada pelas deputadas Sâmia Bomfim (PSOL-SP), Fernanda Melchionna (PSOL-RS) e Vivi Reis (PSOL-PA).

Na ação, Miranda destaca que a gestão de Bolsonaro realiza “um conjunto de fatores que vai desde a ineficiência do governo federal no enfrentamento das crises ora instaladas, passando pelo aumento do desemprego e cortes de orçamento da agricultura familiar, até as políticas neoliberais e ultra neoliberais fomentadas pelo Ministério da Economia que geram o crescimento da pobreza e da extrema pobreza de forma acelerada”.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos