Servidor é achado morto em cela após ser preso por roubar 8,6 mil seringas


Um servidor público estadual foi achado morto nesta quarta-feira (20) na cela em que estava preso no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep), em Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, ele se suicidou enquanto aguardava para ser ouvido sobre o furto de 8,6 mil seringas. Com ele foram encontradas também caixas de isopor e luvas.

Ele foi preso depois de uma denúncia sobre o sumiço dos materiais hospitalares. Equipes da 77ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) foram até a casa do servidor para averiguar a suspeita de que ele teria participado do furto.
Na casa, os PMs encontraram as seringas, isopores e luvas. Os itens foram recuperados e o servidor foi levado para o Disep. Ele foi colocado em uma cela sozinho e aguardava para ser ouvido enquanto os PMs prestavam depoimento sobre o flagrante realizado pouco antes.
Acompanhado do advogado do servidor, um investigador foi logo em seguida buscar o preso em flagrante para o interrogatório. Ele foi achado com um pedaço de lençol enrolado no pescoço. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o preso acabou morrendo.
O Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionado para perícia e remoção do corpo. As circunstâncias do suicídio serão apuradas pela Polícia Civil.
Fonte: Correio

Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0
1 Compartilhar