Prefeito de Barra do Mendes usa cinto para agredir moradores que protestavam na frente da casa dele


O prefeito de Barra do Mendes, cidade a cerca de 540 km de Salvador, Armênio Sodré, conhecido como Galego do MDB, usou um cinto para agredir manifestantes que protestavam na frente da casa dele, na noite de sexta-feira (4). Uma mulher ficou ferida e com marcas da agressão pelo corpo. A ação foi registrada por câmeras de segurança.

O caso foi registrado na Delegacia de Irecê, a 65 km de Barra do Mendes, e é investigado pela Polícia Civil.

De acordo com a TV Bahia, os moradores estavam protestando contra falta de ações de enfrentamento à Covid-19 na cidade. O prefeito chegou em um carro, já desceu do veículo com um cinto na mão e agrediu os manifestantes.

Em nota, o prefeito de Barra do Mendes negou as denúncias de desvios de verbas recebidas para o combate à Covid-19 na cidade. Em entrevista à TV Bahia, ele afirmou ainda que os manifestantes soltaram foguetes em direção à casa dele, pregaram cartazes no portão e no muro da casa, esmurraram e chutaram o portão da residência, assustando as filhas, uma criança e uma adolescente, além da mãe dele, que tem mais de 90 anos e problemas de saúde. O prefeito disse ter se assustado com a situação e que agiu “intempestivamente” ao saber do ocorrido. Ele admitiu que errou e pediu desculpas.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0