Vereadores de Jacobina aumentam os próprios salários de R$ 8 para R$ 10 mil


Na primeira sessão da Câmara de Vereadores de Jacobina após as eleições, realizada nesta quinta-feira, 19, os vereadores aprovaram em caráter de urgência o aumento dos próprios salários de R$ 8 para R$ 10 mil. A votação foi realizada com dispensa de interstício, o que não desobriga a tramitação de praxe da casa e tudo é decidido em uma única sessão.

Seis vereadores votaram contra o projeto: Martins do Santos, Tiago Dias, Junior de Todos, Aloísio Queiroz, Zé do Povo e Dibas Jatobá.
Para o vereador Martins, o reajuste chega em um momento equivocado. O edil disse ter sido pego de surpresa, pois não tinha conhecimento de que a sessão de hoje trataria do aumento salarial. “Estamos passando por um momento de pandemia, e mesmo com o fato de a Casa não ter aumento salarial há cerca de oito anos, acho o aumento inoportuno. Quando muitas pessoas passam por dificuldades, a Câmara não está em consonância com a sociedade”, disse Martins.
O edil disse ainda não saber se foi corrigido também os salários de prefeito e vice, pois a mesa diretora não disponibilizou em tempo hábil o projeto para apreciação dos vereadores antes da votação.
O presidente da Casa Legislativa justificou que, apesar da votação ter sido feito hoje, o aumento só passará a valer em 2022, respeitando o regimento interno.
Com informações do Bahia Acontece

Você gostou? Compartilhe com seus amigos