Mais dois veículos de imprensa deixam de cobrir Bolsonaro no Alvorada


Após o Grupo Globo e a Folha de S.Paulo, outros veículos de comunicação anunciaram que suspenderão a cobertura jornalística na porta do Palácio do Alvorada, onde ocorre a tradicional conversa com o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). Na noite de ontem (25), se juntaram ao grupo o site Metrópoles e o grupo Bandeirantes. A decisão é uma resposta às seguidas hostilidades de apoiadores bolsonaristas. 

“A suspensão perdurará enquanto o clima de hostilidade continuar e não houver condições para que os profissionais de imprensa possam trabalhar em segurança”, esclareceu o Metrópoles. Além dos dois veículos, o jornal Correio Braziliense anunciou que não enviará uma equipe nesta terça-feira (26) para a cobertura das falas de Bolsonaro. 

Em nota, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) elogiou a decisão das empresas que suspenderam a cobertura no Alvorada. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal e a Federação Nacional dos Jornalistas cobraram ações de proteção aos profissionais por parte do GSI e da Secom.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos