Wallace Landim, declarou que a categoria deve fazer uma nova paralisação


Um dos líderes da greve dos caminhoneiros de 2018, Wallace Landim, declarou que a categoria deve fazer uma nova paralisação se os governadores não recuarem nas medidas restritivas contra o novo coronavírus. Eles protestam principalmente pela falta de postos de gasolina e resaurantes abertos na estrada, já que muitos desses estabelecimentos foram fechados por decretos estaduais.

“Se não voltarem atrás e não sair liminar na Justiça, a categoria provavelmente vai parar. Vai paralisar naturalmente, por não ter como trabalhar, e parar em protesto”, ressaltou Landim. A associação entrou com uma ação na Justiça contra a quarentena.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0