Ceará já registra 51 assassinatos em 48 horas de motim da PM


O Ceará já chegou ao registro de 51 assassinatos em 48 horas – mais de 1 por hora – em meio ao motim de policiais e bombeiros militares que ocorre desde a noite desta terça-feira (18). Antes do motim, a média de homicídios no Ceará era de 6 por dia. Os grevistas estão paralisados por aumento salarial. Segundo o G1, um dos óbitos registrado nesse período de paralisação ocorreu na madrugada desta sexta-feira (21). Um adolescente de 16 anos foi morto por sete homens que estavam em motocicletas.

No Ceará, os grevistas fecharam batalhões, e pelo menos 9 dos 43 estão ocupados. Os amotinados também têm atacado carros oficiais, esvaziando pneus para não serem utilizados. Em um batalhão em Sobral, o senador licenciado Cid Gomes foi baleado ao jogar uma retroescavadeira contra o portão de um batalhão fechado pelos encapuzados. O senador não corre risco de morte.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos