Polícia Federal abre inquérito para investigar indícios de sabotagem em sistemas do MEC


Três peritos e um agente da Polícia Federal estiveram na sede do Ministério da Educação (MEC) hoje (22) pela manhã. No último dia 12, uma investigação foi aberta após a pasta identificar indícios de sabotagem em seus sistemas.

De acordo com comunicado divulgado pelo MEC, após colherem informações, os policiais seguiram para a sala cofre, onde ficam armazenados os servidores da pasta e os equipamentos de segurança. Os peritos levaram materiais que podem ajudar na apuração dos fatos, a exemplo de um HD com dados.

As suspeitas de sabotagem foram comunicadas à Polícia Federal pelo próprio MEC. No dia 8 de agosto, a pasta anunciou o envio de informações para a PF. O inquérito foi aberto quatro dias depois.

À época, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, garantiu que a população não seria prejudicada e determinou que os prazos dos serviços que apresentaram instabilidade fossem prorrogados. Os sistemas já voltaram a funcionar normalmente. Ainda não há prazo para a conclusão das investigações.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0