Genro de Emílio Odebrecht é preso em nova fase da Lava Jato

O ex-executivo da Odebrecht Maurício Ferro, genro do empreiteiro Emílio Odebrecht, foi preso na 63ª fase da Operação Lava Jato, denominada Carbonara Chimica, na manhã de hoje (21), de acordo com o G1. 

Além dele, também é alvo de mandado de prisão temporária o advogado Nilton Serson, cuja prisão ainda não foi confirmada. 

Os mandados de prisão são cumpridos em São Paulo,  juntamente com oito mandados de busca e apreensão. Outros dois mandados de busca e apreensão são cumpridos na Bahia.

Segundo a PF, esta fase investiga a suspeita de pagamentos periódicos por parte da Odebrecht a dois ex-ministros identificados na planilha da empreiteira como “Italiano” e “Pós-Itália”.

Em depoimento, Marcelo Odebrecht  declarou que “Italiano” se referia ao ex-ministro Antônio Palocci e “Pós-Itália” era Guido Mantega.

Foi determinado o bloqueio de R$ 555 milhões dos investigados.

O pagamento da propina tinha como objetivo, entre outras ações, a aprovação de medidas provisórias que instituiriam o programa chamado de Refis da Crise.

As investigações apontam que a propina teria sido destinada a um casal de publicitários para dissimular a origem da quantia.

André Araújo

André Luiz Araújo é formado em radialismo, com o Registro Profissional 9 para Radialistas( RPR) 3.572/Ba . Exerce a profissão a mais de 21 anos , onde mantem o Blog Espaço Aberto.Net ,9 anos levando noticias locais e regionais , sendo uns dos sites mais bem acessados de Saúde e região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *