Governo decide aumentar preço do diesel; caminhoneiros ameaçam greve

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, anunciou hoje (17) uma alta de R$ 0,10 por litro do óleo diesel. A medida contraria o recuo feito pelo próprio governo dias atrás, que havia negado o aumento, através de decisão do presidente Jair Bolsonaro (PSL). No entanto, após nova medida do Planalto, a alta foi confirmada, fazendo o custo do combustível chegar a R$ 2,2470 nas distribuidoras a partir desta quinta-feira (18).

De acordo com o presidente da Petrobras, a alta representa uma variação mínima de 4,5% e máxima 5,1% nos pontos de venda da companhia. O novo preço pegou de surpresa caminhoneiros de todo o país, contrários à medida. “Esse governo está louco”, afirma o caminhoneiro Wanderlei Alves, conhecido como Dedéco, que foi considerado um dos líderes da greve de 2018.

Em entrevista à revista Veja, ele afirmou que dez centavos não é pouco para a categoria, exemplificando o custo de gasta R$ 9 mil em combustível por mês. Com o acréscimo de dez centavos, o custo subirá em R$ 900. Inicialmente, a categoria marcou protestos no dia 21 de maio. No entanto, já existem ameaças de paralisação em todo o país em um prazo de, no máximo, dez dias .M1

André Araújo

André Luiz Araújo é formado em radialismo, com o Registro Profissional para Radialistas( RPR) 3.572/Ba . Exerce a profissão a mais de 21 anos , onde mantem o Blog Espaço Aberto.Net ,9 anos levando noticias locais e regionais , sendo uns dos sites mais bem acessados de Saúde e região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *