Petrobras recua e adia reajuste do diesel

Horas após anunciar o aumento do preço do diesel, na noite de ontem (11), a Petrobras recuou e informou que vai manter “por mais alguns dias” o preço praticado desde 26 de março, quando mudou sua política de reajustes.

No mês passado, a empresa tinha anunciado que os preços do diesel nas refinarias, que correspondem a cerca de 54% do total pago pelo consumidor, passariam a ser reajustados “por períodos não inferiores a 15 dias”. Ontem, exatamente 15 dias úteis após o anúncio, a Petrobras anunciou reajuste de 5,7%.

O litro passaria de R$ 2,1432 para R$ 2,2662, maior alta desde que os presidentes da República, Jair Bolsonaro, e da petroleira, Roberto Castello Branco, assumiram os cargos. Até então, a maior alta havia sido de 3,5%, registrada em 23 de fevereiro. Com exceção desses dois casos, os preços variaram em intervalos de 1% a 2,5%.

André Araújo

André Luiz Araújo é formado em radialismo, com o Registro Profissional 9 para Radialistas( RPR) 3.572/Ba . Exerce a profissão a mais de 21 anos , onde mantem o Blog Espaço Aberto.Net ,9 anos levando noticias locais e regionais , sendo uns dos sites mais bem acessados de Saúde e região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *