MP-BA aciona Embasa e prefeitura de Amélia Rodrigues por fornecimento irregular de água


O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) acionou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e a prefeitura da cidade de Amélia Rodrigues, localizada na Região Metropolitana de Feira de Santana, após receber um abaixo-assinado de moradores que relataram interrupção do fornecimento de água por semanas.

No documento, eles relatam que continuam recebendo faturas mensais e são alertados de “que, em caso de atraso no pagamento, o fornecimento será suspenso”.

Na ação, o promotor  Marcel Bittencourt pede que a empresa e a gestão municipal forneçam água através de caminhões-pipa ou outro meio alternativo e eficaz, sempre que ocorrer suspensão do abastecimento. O problema atinge o distrito de São Bento do Inhatá.

A água deve ser fornecida em quantidade e com periodicidade suficiente para atender as necessidades de todos os moradores da localidade. Se a Justiça acatar a ação, a Embasa deverá elaborar planilhas “detalhadas”, que comprovem o atendimento à população.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0