Governo calcula que Brasil entraria em recessão em 2020 sem reforma da Previdência


Diagnóstico da Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia aponta que a economia poderá entrar em recessão a partir do segundo semestre do ano que vem se a reforma da Previdência não for aprovada.

O levantamento aponta que o Produto Interno Bruto (PIB) cresceria menos de 1% em 2019. Até 2023, o PIB atingiria uma queda de 1,8%. Caso nenhuma reforma fosse aprovada, o crescimento anual da taxa ficaria, em média, 2,9 pontos porcentuais menor nos próximos cinco anos em comparação com o quadro com a mudança das regras previdenciárias.

O documento da SPE aponta um cenário quadro dramático para o Brasil sem a reforma. O texto busca mostrar a importância da aprovação da proposta enviada na última quarta-feira (20) ao Congresso Nacional.

Com a reforma, o crescimento poderá saltar para 2,9% em 2019. A diferença de crescimento entre os dois cenários se concentra principalmente na expressiva deterioração da atividade, caso não seja aprovada a reforma da previdência.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0