Governo cortará 21 mil cargos, comissões e gratificações


O governo Bolsonaro tornará mais rígida as regras para todos os órgãos que pedirem ao Ministério da Economia a abertura de novos concursos públicos e cortar 21 mil cargos, comissões e funções gratificadas. A economia de gastos prevista com a redução de pessoal é de R$ 220 milhões por ano.O corte integra um pacote de medidas de reforma do Estado, em elaboração pela equipe de Paulo Guedes, ministro da Economia, para dar mais eficiência aos gastos com a folha de pagamentos, um dos itens mais pesados das contas públicas. Atualmente são aproximadamente 130 mil cargos nessas condições.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0