Brasil tem 88 barragens do tipo de Brumadinho, metade com alto potencial de dano


Das 717 barragens de rejeitos de mineração no Brasil, pelo menos 88 têm método de construção de “alteamento a montante ou desconhecido”, segundo lista divulgada nesta ontem (31) pela Agência Nacional de Mineração (ANM).

O método a montante é o mesmo das barragens da Vale que se romperam em Mariana, em 2015, e Brumadinho, em 2019, e é considerado menos seguro por especialistas.

De acordo com o site G1, entre elas, 43 são classificadas como barragens de alto dano potencial associado. A maioria (72) é categorizada como estrutura de baixo risco – a mesma classificação da barragem 1 do Córrego do Feijão.

Os outros tipos de construção, considerados mais seguros, são alteamento a jusante, linha de centro e etapa única.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0