Gastos com pessoal na AL-BA aumentaram 30% na gestão de Coronel, diz jornal


Os gastos da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) com pessoal aumentaram 30% na gestão do presidente  Angelo Coronel (PSD), segundo reportagem do Correio.

Na gestão de Coronel, que deixa o comando da Casa nesta semana para assumir cadeira no Senado, o Legislativo baiano fechou 2018 com despesa de R$ 529,5 milhões com folha, equivalente a 1,66% da receita corrente líquida (RCL) do estado.

A publicação afirma que, em 2016, no último ano de Marcelo Nilo na presidência da Alba, o gasto foi de R$ 404,3 milhões.

O valor gasto em 2018 se aproxima do limite de alerta da Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de R$ 1,68%.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0