No Paraná, Ratinho Júnior toma posse, promete cortar mordomias e chora ao falar do pai


Ratinho Júnior (PSD) tomou posse nesta terça-feira (1º) como governador do estado do Paraná. Em seu primeiro discurso no cargo, prometeu “acabar com os privilégios e excessos da máquina pública”. “Não terei medo, repito, não terei medo e não vou ceder um milímetro para acabar com os privilégios”, declarou.

O pessedista disse que irá praticar “o estado necessário, aquele que se pauta pela eficiência”. Prometeu investir em infraestrutura e agronegócio, e fazer do Paraná “o celeiro do mundo” e “o hub logístico da América Latina”.

Filho do apresentador de TV Carlos Massa, o Ratinho, o governador se emocionou ao falar do pai, que estava na primeira fila da plateia. “[Agradeço] meu pai, Carlos Massa, de quem eu herdei com muito orgulho o nome Ratinho Júnior”, declarou, com a voz embargada.

O ex-deputado estadual ainda afirmou que sua eleição como governador foi resultado de um projeto político de 16 anos, que se iniciou com sua eleição para deputado estadual, em 2002. Ele disse ter orgulho de não fazer parte de nenhuma oligarquia, e afirmou ter “uma história familiar de superação”.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0