Secretário destaca uso do reconhecimento facial na Bahia; estado é pioneiro na América do Sul


O secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa, disse que o Réveillon deste ano será o primeiro com o sistema de reconhecimento facial, inaugurado este ano pelo Governo do Estado, o gestor da pasta afirmou que a Bahia é pioneira na América do Sul em relação ao tema.

Um banco de dados com 60 mil imagens foi montado para garantir que sejam registradas identidades de bandidos, foragidos da Justiça e potenciais criminosos.

“Criamos o nosso Centro de Operações em meados de 2016 e agora damos esse segundo passo. Sabemos que temos um número grande de câmeras, aproximadamente mil câmeras na capital e RMS e precisávamos de um aporte de tecnologia para fazer com que essas imagens chegassem automaticamente ao destinatário final. Então, resolvemos ampliar nosso sistema de monitoramento para o reconhecimento facial”, declarou o secretário.

Ainda de acordo com Barbosa, serão investidos R$ 2 milhões em escalas extras para o reforço do policiamento no verão baiano.

“Nesse Réveillon mais uma vez nós vamos trabalhar com aproximadamente 3 mil policiais, fazendo portais de abordagem, tanto no Réveillon quanto no carnaval, que tem tido um sucesso muito grande, evitando a entrada de armas e drogas nesses eventos. Trabalharemos no Centro de Operações durante as 24h antes e depois do Réveillon, acompanhando com 50 câmeras”, disse.*Da Redação


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0