Futuro ministro afasta servidor da transição após acusação de ser ‘infiltrado do PSOL’


Servidor de carreira do Ministério do Turismo e membro da equipe de transição do novo governo, Italo Mendes, que concorreu ao cargo de deputado federal neste ano por Minas Gerais, foi afastado de suas funções. A informação foi divulgada pela coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. A situação ocorreu após rixa entre o deputado eleito Alexandre Frota (PSL-SP) e o futuro ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio (PSL-MG).

O ex-ator pornô chegou a denunciar na internet a presença de um “infiltrado do PSOL” no grupo, que seria Mendes. Marcelo Antonio se explicou no grupo de mensagens do PSL, negou ter sido responsável por sua nomeação e disse que só o conheceu na semana passada. “Indicado pelo atual governo para a transição. ESTÁ FORA!!!”, escreveu.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0