Explicação.Congresso pressiona Bolsonaro a esclarecer repasses irregulares


Após a revelação da movimentação atípica de R$ 1,2 milhão na conta de um ex-assessor do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), integrantes do Centrão, potenciais aliados do governo de Jair Bolsonaro, cobram explicações do presidente eleito e de seu filho.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, os deputados foram informados de que a oposição planeja coletar assinaturas, a fim de abrir uma CPI para tratar do assunto. A cobrança por parte dos aliados teria como pano de fundo insatisfações com a falta de espaço no primeiro escalão do novo governo.

“Se esse episódio (da movimentação de R$ 1,2 milhão) não ficar bem esclarecido durante o período de recesso, a oposição chegará em 2019 com um pedido de abertura de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito)”, disse o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), integrante da bancada evangélica, ao Estadão. “Não quero nada do governo e terei independência para votar, mas acho que tudo precisa ser bem explicado o quanto antes”, acrescentou.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0