O demônio.Menores podem ter sido abusadas por médium João de Deus: “Quero a minha mãe. Tá doendo”

Após a repercussão das denúncias de mulheres que teriam sido abusadas sexualmente pelo médium João de Deus, da Casa de Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), uma mulher contou que também foi violentada pelo líder espiritual, quando tinha apenas 11 anos de idade, em entrevista ao programa “Fantástico”, da Rede Globo, veiculado neste domingo (09).

Segundo o relato, o caso aconteceu pelo menos dez vezes e o médium teria dito para ela não abrir os olhos, senão ficaria cega.

“Eu falava o tempo todo: ‘Quero a minha mãe. Tá doendo’. E ele mandava eu ficar quieta: ‘Fica quieta, senão eu mato a sua família’”, lembrou, aos prantos.

Além desse relato, outras mulheres também contaram que foram abusadas por João de Deus na adolescência, aos 15 e 17 anos de idade.

O Ministério Público de Goiás anunciou que o médium já vinha sendo investigado pelo órgão desde o primeiro semestre de 2018. A primeira denúncia foi feita e 2012, mas, por falta de provas, ele foi inocentado.

André Araújo

André Luiz Araújo é formado em radialismo, com o RP 3.572/Ba . Exerce a profissão há 20 anos , onde mantem o Blog Espaço Aberto.Net ,8 anos levando noticias locais e regionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *