Colégio Municipal de Caém realiza atividades do projeto Novembro Negro: Existência Cultural


Novembro é o mês quem que no dia 20 é comemorado o dia da Consciência Negra, por conta disso, as escolas da rede municipal de Caém promoveram atividades alusivas à data. O Municipal Colégio Padre Alfredo Haasler em Caém tem sempre desenvolve ações que mobilizem estudantes a refletir sobre assuntos sociais pertinente às suas realidades e estas ações do Projeto Novembro Negro:( Re) Existência e Cultura, serviram para ampliar o debate e a reflexão de temas importantes, como: racismo, igualdade racial, preconceito, saúde mental da população negra e a inserção social, além de conhecer mais sobre a história e a cultura africana e afrobrasileira.

A programação foi realizada em dois dias. Na terça-feira, dia 20, promoveram sessão de cinema com o filme “Felicidade por um fio”, e também a comunicação da Pesquisa de Mestrado do Professor Ronaldo Alves sobre a Comunidade Quilombola de Várzea Queimada no município de Caém e as atividades do dia finalizadas com apresentações de dança e poesia produção dos e das estudantes.

Já na quarta (21), a programação contou com Círculo de Palestras que contou com a mediação das equipes do NASF e CRAS do Município que dialogaram sobre saúde Mental, Autoestima, Nutrição, Anemia Falciforme, Promoção da Igualdade, e Jaqueline Santos, comunicadora Social que mediou o espaço sobre Racismo e resistência negra. A noite ficou com apresentação de Capoeira e Palestra com Professor Historiador Márcio Melo.

Segunda a psicóloga do CRAS Larissa Pires a atividade já começou de forma positiva em decorrência do engajamento dos estudantes no processo de organização do evento, a respeito disso ela contou que “gostei muito da ideia que a diretora propôs. Foram alguns dias trabalhando com eles sobre o tema e pelo que percebi muitos alunos e alunas se engajaram no processo”, finalizou.

PREFEITURA DE CAÉM JUNTOS FAREMOS MAIS

ASCOM


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

-1