MPF pede nova condenação de Lula


As alegações finais da ação penal que envolve o Instituto Lula e um apartamento em São Bernardo do Campo foram apresentadas na tarde de hoje (4) pelo Ministério Público Federal.

No documento, os procuradores solicitam que uma nova condenação do ex-presidente. O advogado Roberto Teixeira, o ex-ministro Antonio Palocci, o empresário Marcelo Odebrecht e outras quatro pessoas envolvidas também foram implicados.

O MPF pede ainda o perdimento do apartamento 121, vizinho ao dúplex de Lula em São Bernardo, e o pagamento de R$ 75 milhões – valor correspondente à propina paga pelo Grupo Odebrecht, apontam as investigações.

Os procuradores ainda pedem que o acordo de delação do ex-executivo da Odebrecht Paulo Ricardo Baqueiro de Melo com o MPF seja desconsiderada e que todas as sanções legalmente previstas sejam aplicadas no caso


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0