Ex-mulher diz ter sido ameaçada de morte por Bolsonaro, segundo Itamaraty

Ameaça teria acontecido quando eles brigavam na justiça pela guarda do filho

Um relato escrito em telegrama, no ano de 2011, arquivado no Itamaraty, revela que a ex-mulher do candidato à presidência, Jair Bolsonaro (PSL), Ana Cristina Valle, relatou que foi ameaçada de morte pelo deputado e precisou sair do país, enquanto brigavam na Justiça pela guarda do filho

A informação foi divulgada nesta terça-feira (25), pelo jornal Folha de São Paulo.

Procurada pela reportagem do jornal, Ana Cristina negou o relato. Ela disse que “sofreu pressão” de Bolsonaro, na época, mas não confirmou a ameaça de morte.

Ana Cristina usa atualmente o sobrenome “Bolsonaro”, é candidata a deputada federal e disse apoiar a candidatura do ex-marido à presidência.Veja um trecho do telegrama que mostra a alegação de “ameaça de morte”:Fonte:Reprodução Varella noticias

André Araújo

André Luiz Araújo é formado em radialismo, com o RP 3.572/Ba . Exerce a profissão há 20 anos , onde mantem o Blog Espaço Aberto.Net ,8 anos levando noticias locais e regionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *