PSDB e PSC doam R$ 1 mi cada para candidatos ao Senado na Bahia; PT dá R$ 400 mil a Wagner


Com a campanha mais curta e o dinheiro escasso, os candidatos ao Senado pela Bahia têm recebido verbas para campanha das executivas nacionais das legendas.

Primeiro colocado na última pesquisa Ibope, divulgada pela Rede Bahia, Jaques Wagner recebeu R$ 402 mil do PT.

O valor é menor do que o R$ 1 milhão recebido por Jutahy Júnior pela executiva nacional do PSDB. O diretório local colocou ainda R$ 100 mil na conta do tucano, que aparece em terceiro na disputa.

Já o PSC, que pretende aumentar a bancada federal, depositou R$ 1 milhão na conta de Irmão Lázaro, segundo colocado na corrida para o Senado, conforme o Ibope. Candidato do PSOL à Câmara Alta do Congresso Nacional, Fábio Nogueira recebeu R$ 109 mil da sigla.

Angelo Coronel (PSD), que aparece na quarta colocação, ainda não recebeu recursos do fundo partidário. Assim como ele, estão zerados de doações dos partidos Adroaldo dos Santos (PCO), Celsinho Cotrim (PRTB), Comandante Rangel (PSL), Francisco José (Rede), Jorge Viana (MDB) e Marcos Maurício (DC).


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0