Cármen Lúcia avisa que pauta do STF está fechada e não inclui prisão após 2ª instância


Foto: Jose Cruz/ Agência Brasil

Petistas têm criticado reiteradamente a presidente do Supremo por não pautar o assunto, interessados em tentar a soltura do ex-presidente Lula

Pressionada por setores da esquerda a colocar em julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) ações que podem alterar a jurisprudência sobre a prisão após condenação em segunda instância, a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, avisou por meio de interlocutores que a pauta está fechada até o fim do seu mandato, que se encerra em 13 de setembro.

Petistas têm criticado reiteradamente o Supremo por não pautar o assunto, interessados em tentar a soltura do ex-presidente Lula. Cientes de que Cármen Lúcia não irá colocar o tema em pauta, restaria aos apoiadores de Lula pressionar o próximo presidente do tribunal, o ministro Dias Toffoli.

No entanto, segundo informações do colunista Valdo Cruz, do G1, Toffoli também já avisou que não planeja pautar o assunto este ano.


Você gostou? Compartilhe com seus amigos

0