Próximo governo herda gasto extra de R$ 42 bilhões

O reajuste de 16,38% do Judiciário, definido pelo Supremo Tribunal Federal, será mais um elemento explosivo para as contas públicas, segundo a Folha de S. Paulo.

Quando se soma o incremento no salário dos magistrados aos reajustes das demais categorias de servidores – atrelados ao consequente efeito inflacionário sobre o salário mínimo –, o próximo governo herdará, em 2019, uma conta extra de R$ 42,1 bilhões.

A publicação afirma que o montante equivale a 71% dos R$ 59,3 bilhões permitidos como despesas adicionais no próximo ano, de acordo com a regra do teto de gastos.

Do valor, sobrariam apenas  R$ 17,2 bilhões para todos os outros gastos – entre eles, saúde, educação e investimentos públicos.

André Araújo

André Luiz Araújo é formado em radialismo, com o RP 3.572/Ba . Exerce a profissão há 20 anos , onde mantem o Blog Espaço Aberto.Net ,8 anos levando noticias locais e regionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *